Pinterest

26 junho 2009

FEARG 2009 - Feira de Artesanato de Rio Grande

Blusão de lã crua

Gentem, ontem começou a FEARG, é a minha primeira ida já que cheguei a pouco tempo na cidade e fiquei encantada com os artesanatos dos riograndinos.

O stand do artesanato em lã crua

pantufas de pelego de ovelha



Barraquinha de vinhos, o mais procurado é o vinho de jurupiga, que é feito somente na Ilha dos Marinheiros, não existe em outro local

Cada casaco e poncho lindos.

Os doces são deliciosos

E muita criatividade




Tapetes e almofadas de couro de boi



Claro não pode faltar um stand de gaúcho mesmo, com cuia, mateira, etc...

Beijos!!!

5 comentários:

Angel... disse...

...A vida é como uma viagem de barco, subindo e
descendo conforme o balanço das ondas.
...Graças aos amigos, não se perde o horizonte.
...E quando se naufraga, a amizade é a âncora
que te apoia enquanto buscas um novo rumo. Beijocas em seu coração!!!

Fernanda Pires disse...

Oiiii,,, encontrei uma gaúcha? que bom.. adorei seu post... tdo lindo.. virei sua seguidora. Quando quiser fazer uma visitinha no meu sera bem vinda... beijão da fÊ

Vivi disse...

Ai que delícia !!!!
eu adoro uma feira viu!!!
amei aquelas pantufas de pelego de carneiro;;;queria uma..deve ser tudo de bom neste frio hein rsrs
bjs

Drica Menezes disse...

Ai q lindo, encontrei mais uma gaucha! Eu moro em São Leopoldo - Vale do Sinos! bjks pra vc! :D

Taais Juliani disse...

Caso isolado?

Após ler a reportagem sobre o assassinato do jovem na Fearg e Fecis do dia 12/08 fiquei surpresa com a falta de cuidados com as familias que vão prestigiar o evento. Eu e meu grupo de amigos tinhamos combinado de ir visitar a Fearg esse final de semana, desistimos por medo da violencia que vem acontecendo dentro da Fearg, já é o segundo assassinato dentro do evento, além de inumeros casos de violencia e roubos que vem acontecendo a muito tempo, meus pais e os pais dos meus colegas nos proibiram de visitar a Fearg pois eles não tem confiança de que alguma coisa será feita já que o ''caso isolado'' vem se repetindo. Tendo segurança particular e brigada militar como uma pessoa entra armada dentro num evento cheio de familias? e se tivesse revista na porta ou detector de metais o marginal poderia comprar a arma lá dentro, facilmente ele pode adquirir uma faca pois tem expositor oferecendo o produto, mesmo não sendo com intuito de prejudicar o evento, é um risco a mais que a feira oferece. É muito triste ver a cidade de Rio Grande com manchete nacional denegrindo a imagem da cidade.